“Vamos investir em recursos para melhorar a oferta de serviços”, anunciou o governador durante programa Balanço Geral, da Record Goiás.

O governador José Eliton anunciou no início da tarde desta quarta-feira, dia 11, que o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Segurança Pública, irá implantar, nas próximas semanas, batalhões permanentes da Polícia Militar nas plataformas do Eixo Anhanguera.

“Queremos avançar na segurança pública e ordenar o embarque dos usuários de transporte coletivo”, disse. “Teremos policiais 24 horas por dia”, reforçou. “Vamos pacificar este sistema que atinge milhares de goianos diariamente”. As informações foram concedidas durante o programa Balanço Geral, apresentado pelo jornalista Oloares Ferreira, e veiculado pela TV Record Goiás.

O governador, ainda, adiantou que a Metrobus não será privatizada. “Tomei a decisão. Iremos investir nela para que possamos atender todas as demandas da sociedade”. José Eliton afirmou também que o Governo de Goiás irá anunciar, na próxima semana, mudança nos procedimentos de lavraturas de TCO, os Termos Circunstanciados de Ocorrências.

Segundo José Eliton, com a mudança, o próprio policial militar irá realizar o procedimento, que será depois ratificado pela Polícia Civil. “Na própria viatura, que hoje tem um sistema integrado de comunicação, a ocorrência poderá ser registrada”, informou.

Reforçou ainda que a “expectativa com esta medida é de agilizar procedimentos, especialmente em municípios do interior onde o cidadão tem que deslocar para outra cidade para fazer registros desta natureza”.

Segundo José Eliton, com a nova modalidade, “iremos diminuir o tempo das viaturas paradas na delegacia e, consequentemente, teremos um tempo maior para a segurança da população”. Por fim, ressaltou que a medida visa desburocratizar e fazer a integração entre as forças policiais em favor da população.

Atualmente, em caso de ocorrência, o cidadão aciona a PM e, para confirmar o TCO, necessita registrá-la na Polícia Civil.

Gabinete de Imprensa do Governador

Responder